Please enable JS

COBERTURAS

As comunicações de cobertura deverão ser remetidas a GADOLANDO, em impresso padronizado, devidamente e completamente preenchida, até três (03) meses subseqüentes ao mês de ocorrência.

NASCIMENTOS

Serão inscritos no cadastro zootécnico materno os produtos, descendentes de fêmeas registradas, cuja cobertura e nascimento tenham sido comunicados em impresso próprio e em obediência ao regulamento.

  • Para que as comunicações sejam processadas, é necessário que o criador preencha correta e completamente o formulário “Aviso de Nascimento” e envie ao SRG, juntamente com 01 (uma) fotografia do lado esquerdo do produto (animal) tamanho 6x7, até 06 (seis) meses de idade.
  • Os nascimentos oriundos de transferência de embriões também serão comunicados de acordo com os procedimentos de praxe.
  • O período de gestação para fins de registro deverá estar entre o mínimo de 261 e o máximo de 293 dias.

TRANSFERÊNCIA DE EMBRIÕES

O Registro Genealógico dos produtos obtidos pela Transferência de Embrião (TE) é executado de acordo com o Decreto nº 91.111, de 12.03.85 e Portaria SPA 007, de 29.05.86.

  • a) DOADORA: Considera-se como doadora a fêmea capaz de fornecer, de uma vez, um ou mais ovos resultantes de cobrição natural ou inseminação artificial.
  • b) RECEPTORA: Considera-se como receptora a fêmea que receber, por transferência, ovo da fêmea doadora.
    Os ovos podem ser transportados, resfriados, congelados, subdivididos, clonados, sexados e transferidos a qualquer tempo.
    A emissão do certificado de embrião congelado ou sua nacionalização, quando importado, é de competência exclusiva do SRG.
  • c) Compete ao criador comunicar ao SRG as operações de coleta, manipulação ou transferência de embriões, frescos ou congelado, em impresso padronizado e devidamente preenchido e firmado pelo Médico Veterinário responsável, até o vigésimo dia do mês subseqüente ao mês da ocorrência.

TRANSFERÊNCIA DE PROPRIEDADE

A transferência de propriedade far-se-á, unicamente, por solicitação em impresso próprio padronizado, contendo: nome e número de registro ou número de controle de genealogia do animal, data e local da operação, assinatura do outorgante vendedor.
Se o outorgante vendedor não for inscrito no SRG deverá apresentar fé publica de sua firma.
O encaminhamento da solicitação é de responsabilidade do outorgante-comprador e o emolumento do serviço as suas expensas.
A solicitação deverá ser acompanhada do Certificado de Registro Genealógico ou Certificado de Controle de Genealogia.
A solicitação de transferência de fêmea prenha deverá conter, no verso, todas as informações de cobrição de acordo com o formulário padrão.
O SRG anotará a transferência no Certificado de Registro Genealógico ou Controle de Genealogia e o devolverá ao proprietário.

AFIXO

Todo o criador, para inscrever os animais de sua propriedade no herd-Book, deverá usar, obrigatoriamente, um afixo, que será registrado em.
Seu nome e identificará os animais cuja comunicação de nascimento do animal, encaminhada ao SRG da Associação, é de sua responsabilidade e obrigação, independentemente de assinatura assentada na comunicação.

  • O afixo é único por criador e seu uso é restrito ao detentor deste até o cancelamento dos direitos de uso e posse.
  • O criador deverá, juntamente com a Proposta para Sócio, encaminhar 05 opções para registro de Afixo, por ordem de preferência.