Please enable JS

Fundada em 27 de abril de 1936, a ASSOCIAÇÃO DOS CRIADORES DE GADO HOLANDÊS DO RIO GRANDE DO SUL – GADOLANDO – é constituída por produtores de leite, criadores, cooperativas, prefeituras, núcleos, importadores e exportadores de animais, com as seguintes finalidades básicas:

  • Manter o registro genealógico de bovinos da raça holandês de acordo com as normas aprovadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA – e os convênios celebrados com a Associação Brasileira de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa;
  • Buscar o aprimoramento e desenvolvimento da raça com a adoção de provas zootécnicas;
  • Colaborar com a importação de bons reprodutores e ventres;
  • Fomentar o criatório, indicando os meios mais adequados a realidade do Estado;
  • Colaborar com os poderes públicos nos planos e projetos que visem ao desenvolvimento, expansão e melhorias zootécnicas do rebanho Rio-Grandense;
  • Representar os interesses dos criadores, junto às empresas industriais, comerciais, importadores, exportadores, poder público, Farsul e outros órgãos assemelhados;
  • Firmar convênios de natureza operacional, com órgãos públicos e entidades privadas;
  • Promover reuniões e encontros, visando a unificação da classe;
  • Realizar exposições e feiras especializadas.

A GADOLANDO é reconhecida como “Utilidade Pública” conforme Lei Estadual nº 778, de 18 de outubro de 1937 e Lei Municipal nº 5.171, de 22 de setembro de 1982. Considerada órgão de assessoramento do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, conforme portaria Ministerial nº 196, de 13 de dezembro de 1967.